O USO DO VIDRO NA ARQUITETURA

Apesar das poucas informações sobre o descobrimento do vidro, acredita-se que o vidro já era um elemento conhecido e utilizado desde 4.000a.C, onde supostamente os navegadores fenícios prepararam fogueiras usando blocos de salitre e soda. Já durante todo o Império Romano, o vidro com toda sua beleza e funcionalidade, foi ainda mais desenvolvido e descoberto, surgindo assim, as primeiras empresas produtoras de vidro.

O vidro plano popularizou-se no século 20 e hoje empresta luxo e modernidade às mais belas construções arquitetônicas.

Tipos de vidros

Com a evolução tecnológica das fábricas de vidro, podemos contar com vidros mais especificados para cada tipo de instalação. Veja alguns dos mais utilizados pela construção civil:

  • Vidro temperado: um dos produtos que mais oferece segurança, graças a sua alta resistência a impactos e temperatura. Este tipo de vidro oferece uma ampla variedade de aplicações: portas e fachadas, box de banheiro, vitrines, tampo de mesa, entre outros.
  • Vidro laminado: também considerado um vidro de segurança, o vidro laminado é composto por duas ou mais placas de vidro, unidas por uma ou mais camadas intermediárias de PVB (polivinil butiral), por esta razão, mais resistente a impactos.
  • Vidro insulado: também conhecido como vidro duplo, é formado por duas placas de vidro que são unidas por um perfil de alumínio. Com isso, pode trabalhar com diversos vidros idênticos e oferecer então, mais resistência, conforto e segurança.
  • Vidro serigrafado: este tipo de vidro pode ser um temperado que passa por um processo de serigrafia, que faz com que o produto possa ter diversas cores e texturas. Este produto é muito usado em divisórias, portas, paredes e armários em ambientes internos.

Possibilidades de uso do vidro na arquitetura

Com muitas possibilidades de uso na arquitetura, o vidro é um elemento que proporciona beleza, economia e segurança para qualquer projeto de ambiente. Sua versatilidade é também caracterizada pelo aspecto sustentável. Veja algumas aplicações do vidro na arquitetura, vantagens e benefícios:

  • Portas e janelas: o vidro temperado é o mais utilizado. Porém, também podemos considerar adequados alguns outros, como o laminado, que garante maior segurança no caso de quebra, pelo fato de não propagar estilhaços. Permitem a entrada de luz natural, reduzindo a necessidade de consumo de energia elétrica. Em alguns casos, é possível controlar a radiação solar, o que evita o uso excessivo do ar condicionado.

  • Pisos: as grandes vantagens de usar o vidro como piso são a beleza e a elegância. Além da estética, os pisos de vidro permitem a passagem de luz natural e, assim como as portas e janelas, ajuda a diminuir o consumo de luz artificial.

  • Guarda-corpo: além da função de prevenir quedas e acidentes, o guarda-corpo de vidro pode criar um efeito decorativo na arquitetura e na construção, em ambientes como varandas, mezaninos, escadas e corredores.

  • Cobertura: quando utilizado em coberturas, o vidro permite a entra de luz natural e calor, evita o consumo excessivo de energia e proporciona um efeito estético marcante.

O vidro é um elemento que nos dá inúmeras possibilidades de utilização, tanto em decoração quanto em estrutura para uma construção, seja ela residencial ou comercial, além de ser extremamente versátil. Para cada tipo de projeto e local, um vidro acaba sendo mais adequado que outro, trazendo elegância e modernidade.

Compartilhe

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Pinterest
Fechar Menu

Diga objetivamente o que precisa e iremos encaminhar para um consultor.
Descreva e liste o que você precisa com medidas de forma organizada.
Diga-nos quem você é!
Qual o local da obra?
Suas informações de contato.